Quero mostrar que esta fase também pode e deve ser bonita, saudável, activa e vivida com muita felicidade!!...

terça-feira, 27 de outubro de 2009

IDOSOS-O que significa comer bem...


Tomar um bom pequeno-almoço e aumentar o consumo diário de fruta, vegetais, peixe e água são hábitos alimentares a adoptar pelos mais idosos.

Comer bem não significa ingerir grande quantidade de alimentos, mas optar por refeições saudáveis, leves e várias vezes ao dia. Com o acumular dos anos, as necessidades nutricionais mudam, em parte devido a uma vida menos activa. Também certos factores, como dificuldade em mastigar, doenças gastro intestinais, medicamentos e solidão, entre outros, influenciam os hábitos alimentares nos idosos.

Bons hábitos à mesa:
Os idosos devem comer fruta, vegetais, peixe, leguminosas (como feijão, grão de bico e soja), lacticínios e beber água com frequência. Em contrapartida, devem cortar na utilização de açúcar, sal, óleos e gorduras e na ingestão de bebidas alcoólicas e de café.
Para garantir uma dieta equilibrada e saudável, não convém estar mais de 4 horas seguidas sem comer. O ideal é fazer 6 refeições diárias ligeiras: pequeno-almoço, lanche a meio da manhã, almoço, lanche a meio da tarde, jantar e ceia. O jejum nocturno não deve ultrapassar as 10 horas.
A fruta e vegetais são importantes devido às vitaminas e outros nutrientes essenciais para o organismo. Também a preferência pelo peixe em vez da carne é uma opção mais saudável. Entre as bebidas, o ideal é beber, no mínimo, 6 a 7 copos de água por dia e evitar o café ou optar por descafeinado. Mais de 2 copos de bebidas alcoólicas por dia é excessivo. Evite os doces ao máximo.

O sedentarismo domina a vida dos idosos e causa muitas vezes excesso de peso ou mesmo obesidade. As recomendações da roda dos alimentos ajudam a comer melhor. Acrescente ainda uma caminhada diária de, pelo menos, 20 minutos.

1 comentário:

  1. Olá Mariana,

    Como seria de esperar, escolhi o post sobre alimentação para deixar o meu primeiro comentário!
    Felicito-a por este espaço, onde realmente se aprende muita coisa!
    Porque não pensar em por os idosos a visitá-lo?=)
    Continue este percurso brilhante!
    Beijinho,

    Bárbara

    ResponderEliminar