Quero mostrar que esta fase também pode e deve ser bonita, saudável, activa e vivida com muita felicidade!!...

sexta-feira, 5 de março de 2010

Cuidados a ter com a Alimentação na Terceira Idade

Neste curso todos os dias estamos a aprender coisas importantíssimas, tanto para aplicar na profissão futuramente, como para praticarmos no nosso dia a dia de tão praticas, saudáveis e a pensar na nossa saúde..
Como exemplo, temos as aulas de nutrição da Professora Bárbara Beleza, da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, uma excelente nutricionista, muito profissional e pessoa fantástica, cheia de gosto naquilo que ensina, energia e uma paciência de santa para nos aturar a todos mas tem-nos ensinado coisas fantásticas por isso, resolvi expôr aqui uma das suas aulas  (espero que ela  não se importe):

Em Portugal, o nº de idosos cresceu, mas:

...A maioria não goza de boa saúde (doenças crónicas metabólicas e degenerativas)
....Não morrem de velhice

A sobre e subalimentação monótonas são igualmente perigosas, sendo a primeira mais frequente.

As necessidades energéticas diminuem a partir dos 45 anos:
-decresce a act. muscular e a massa corporal

Manutenção da exigência de outros nutrientes(vitaminas, minerias, fibras...)

É necessário que o exercicio fisico seja regular e diário e os Alimentos nutricionalmente mais ricos e variados.

Repartir pelo dia, as tomas de alimentos.
.Evitar refeições demasiado proximas ou afastadas.

Jejuns nocturnos não superiores a 8-9h
A comida leve, pouco gorda e pouco temperada (confecção)
. Alimentos pouco gordos e com pouco ou nenhum sal.
Preferir alimentos frescos ou congelados, em vez de processados e fumados.
Mastigar e ensalivar bem os alimentos.

Restrição de gorduras
.Particularmente as sobreaquecidas dificil digestão e menos saudável.
.Substituir fritos, assados e refogados por cozinhados que dispensem gordura de confecção
.Aparar bem as peles e as partes gordas visíveis de carnes e peixes.
.Não abusar de queijos com mais de 30% de gordura

Acompanhe as refeições com infusões digestivas (tilia, funcho, limonete ou outros), ou um bom vinho maduro- excelentes estimulos para a secreção gástrica e biliar (quando deficientes).

Hidratar (sede rara)
.Sopa duas vezes ao dia
.Infusões de ervas
.8 copos água/dia
Abundância de produtos hortícolas
300gr fruta crua e madura ou cozida por dia
Beber mais leita ou substitutos (3copos)
.Leguminosas secas bem descascadas, especialmente se tem flatulência
."Farináceos"  nunca devem faltar às refeições.

.Evite consumir açucar simples, doces, bebidas açucaradas pois engordam e não têm valor nutritivo.
.Consumir carne ou peixe com moderação
.Evitar o sal (utlize antes ervas aromáticas e especiarias).

Ainda...
Praticar actividade física (caminhar, dançar, ginástica, natação, jardinar, etc.)
Exposição à luz solar
Controlar o peso todos os meses.

Seguindo estas regras, tem tudo para ganhar mais saúde pois, na alimentação, está muitas vezes a solução  para alguns problemas. Não praticando uma alimentação saudável corre o risco de lhe surgirem várias doenças:

OBESIDADE
DIABETES TIPO 2
HIPERTENSÃO ARTERIAL
DOENÇAS CARDIOVASCULARES E OSTEOARTICULARES
INSUFICIÊNCIA DIGESTIVA
OBSTIPAÇÃO
CALCULOSE BILIAR
MAGREZA
MALNUTRIÇÃO E /OU DESNUTRIÇÃO

Cuide-se de forma a prevenir para além destas doenças, o desenvolvimento de um mau estado nutricional, através de uma alimentação saudável...
Promova a sua independência e a sua qualidade de vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário