Quero mostrar que esta fase também pode e deve ser bonita, saudável, activa e vivida com muita felicidade!!...

terça-feira, 18 de maio de 2010

Demências vasculares

Apesar do envelhecimento gradual do organismo e do cérebro, os idosos saudáveis podem ter uma vida mental e social activa e criadora.
Depois da doença de Alzheimer, as demências vasculares provocadas por multienfartes são as mais frequentes. Representam 10% das demências. A pressão arterial elevada, os diabetes, as doenças cardiovasculares e os acidentes cerebrovasculares constituem os principais factores de risco.

Apesar do envelhecimento gradual do organismo e do cérebro, a eficiência da neuroplasticidade pode manter-se, nos idosos saudáveis, num excelente nível, o que lhes permite uma vida mental e social activa e criadora.
Um estudo iniciado na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, em 1958, acompanhou a vida de 800 homens e mulheres com idades entre 20 e 103 anos. Ao fim de algumas décadas tiraram-se várias conclusões muito interessantes:
- as pessoas envelhecem de forma muito distinta, de tal forma que, aos 80 ou aos 90 anos, de idade há grandes diferenças;
- as actividades mentais são facilmente conservadas com o uso;
- pintores e escritores continuam tão criativos aos 60 ou 70 anos como aos 20;

Um outro estudo, dirigido pelo psiquiatra Eric Pfeiffer na Duke University, nos Estados Unidos, em 1970, junto de um grupo de 34 idosos considerados bem sucedidos na vida, apresenta também conclusões muito curiosas. Comparou-se o seu envelhecimento com um outro grupo de 34 pessoas com um envelhecimento menos satisfatório.
- a esperança de vida daquelas pessoas foi em média superior em 13,5 anos à dos idosos que tiveram uma velhice menos boa;
- as pessoas que tiveram vidas mais longas apresentavam uma inteligência mais elevada do que aqueles que viveram menos tempo;
- um casamento feliz foi considerado um factor favorável à longevidade;
- muitos idosos referiram que as suas condições financeiras eram melhores do que quando tinham 55 anos de idade, enquanto 60% do grupo considerado com velhice menos saudável afirmaram que eram piores.

Fonte "IdadeMaior"

Sem comentários:

Enviar um comentário