Quero mostrar que esta fase também pode e deve ser bonita, saudável, activa e vivida com muita felicidade!!...

terça-feira, 20 de julho de 2010

Finalmente o Estágio...


Queridas amigas (os) e seguidores em geral, ao longo de todo este tempo de blog vim a destacar a importância da Geração Sénior, aquilo que podemos fazer para ajudar e contribuir para que estes sejam felizes e mais saudáveis a todos os niveis. Queria sobretudo que fossem pessoas menos sós, com mais saúde, mais compreendidas e respeitadas. Não sei se com esta iniciativa consigo chegar a esse objectivo (mas assim o espero) mas agora também tenho a oportunidade de fazê-lo na pratica..
Passo a explicar:
Estou a duas semanas do fim do curso de Técnica/Agente de Geriatria e ao longo destes dois anos aprendi muito mas apenas teoricamente, no entanto vou agora (FINALMENTE) começar o meu estágio e assim pôr em pratica todos os ensinamentos mas sobretudo quero estar ao lado deles, oferecer os meus sorrisos, o meu carinho, dar-lhes algum conforto e tudo o mais que lhes possa dar . Espero que também eles estejam receptivos e que tudo corra pelo melhor.
Um grande beijinho!!
(ah e o blog continuará sempre em força)

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Tem mais de 60 anos?-Saiba qual o exercício mais adequado para si...

Qualquer altura é boa para ficar em forma. Diga adeus à inércia, calce uns sapatos de desporto e desfrute o movimento do seu corpo.

Todos os momentos são bons para deixar o sedentarismo de lado e entregar-se à actividade física. O exercício liberta endorfinas e é um estimulante natural.
Para além disso, ajuda a manter a silhueta, melhora a sua saúde física (aumenta a capacidade pulmonar, atenua o ritmo cardíaco, mantém o colesterol sob controlo, a diabetes, a hipertensão...) e psíquica (potencia a autoestima), proporciona euforia, melhora a memória, afugenta o stress...

Pré-requisitos:

- Avaliação cardiovascular completa, porque o risco aumenta com a idade.

- Controlo do colesterol, triglicéridos e da tensão arterial em repouso e em esforço.

- Densiometria óssea para avaliar o grau de osteoporose.


O que mais lhe convém

- Seja activa (o) mas não se canse. O seu grau de actividade vai depender muito da sua forma física, mas mesmo que toda a vida tenha sido sedentária, vale sempre a pena começar a praticar exercício de forma moderada e contínua.

- O mais importante é que daqui para a frente vai estar a melhorar a sua saúde.

Exercício aeróbio + trabalho muscular: O ideal é realizar uma actividade moderada, que para além de queimar calorias tonifique os músculos, evitando o impacto excessivo sobre as articulações (provocado, por exemplo, ao saltar).

As actividades mais recomendáveis são a bicicleta estática e a natação. Caminhar uma hora por dia a um ritmo ligeiro também é uma actividade adequada.


Uma boa opção

Opte pelo Yoga. Tem benefícios físicos e psíquicos muito interessantes em qualquer idade, mas sobretudo agora. Recomenda-se, especialmente, a pessoas mais velhas que não possam saltar ou fazer qualquer outro tipo de exercício aeróbio.

A nível físico, alivia muitas doenças, já que a sua prática fortalece o corpo e produz uma sensação de bem-estar. Beneficia a concentração.


Fonte : "Saúde Sapo"

terça-feira, 6 de julho de 2010

Alzheimer: Cientistas descobrem diagnóstico precoce

Grande desafio é agora travar a progressão da doença

Um grupo de cientistas do King´s College of London anunciou que descobriu uma forma de diagnóstico precoce para a doença de Alzheimer, através da relação provada entre os níveis de clusterina no sangue e o aparecimento da doença.

De acordo com um estudo, que envolveu 95 doentes ao longo de cinco anos, os investigadores britânicos concluíram que as alterações dos níveis da proteína no sangue começam a verificar-se dez anos antes dos primeiros sinais de Alzheimer. Agora, têm pela frente mais um ano de laboratório, para criarem um teste que possa ser usado como rotina nos hospitais.

A grande questão em torno da doença é «tentar identificar o conjunto de marcadores que possam alterar a sua progressão», pelo que esta descoberta é de aplaudir, considerou um investigador da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho, em declarações à TSF.

Ainda segundo Nuno Sousa, o facto de os investigadores terem ligado uma simples análise sanguínea ao aparecimento da doença de Alzheimer e criado um diagnóstico precoce, que, até agora, não existia, poderá permitir uma aplicação de «um conjunto de fármacos, de forma eficaz para o doente», como prevenção do Alzheimer, que, actualmente, atinge 35 milhões de pessoas a nível mundial.

De acordo com os mais recentes dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o número de pessoas afectadas pela doença neurológica poderá duplicar nas próximas duas décadas.


Fonte: Diário Digital / Lusa

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Alguns exercícios para fazer com pessoas acamadas ou em cadeira de rodas

Exemplos de alguns exercícios que podem ser feitos com a pessoa cuidada na cama ou na cadeira de rodas:

• Movimente cada um dos dedos dos pés, para cima e para baixo, para os lados e com movimentos de rotação.

• Segure o tornozelo e movimente o pé para cima, para baixo, para os dois lados e em movimentos circulares.

• Dobre e estenda uma das pernas, repita o movimento com a outra perna (sem atritar o calcanhar na cama, que favorece o surgimento de feridas).

• Com os pés da pessoa apoiados na cama e os joelhos dobrados, faça movimentos de separar e unir os joelhos.

• Com os pés apoiados na cama e os joelhos dobrados, solicite que a pessoa cuidada levante os quadris e abaixe lentamente.

• Levante e abaixe os braços da pessoa, depois abra e feche.

• Faça movimentos de dobrar e estender os cotovelos, os punhos e depois os dedos.

• Ajude a pessoa a flexionar suave e lentamente a cabeça para frente e para trás, para um lado e depois para o outro, isto alonga os músculos do pescoço. Estimule para que a pessoa faça os movimentos sozinha, se necessário o cuidador pode ajudá-la. No caso de tonturas suspenda o movimento até melhora do sintoma.

Peça à pessoa cuidada que encha as bochechas de ar e depois murche a bochecha para dentro; a seguir peça a ela que coloque a língua para fora e movimente de um lado para o outro; feche os olhos com força fazendo caretas.

É importante que o cuidador estimule a pessoa cuidada a utilizar ao máximo o lado do corpo que está mais comprometido, realizando com o lado afetado todos os exercícios citados anteriormente. Caso seja necessário, o cuidador pode ajudá-la na realização desses exercícios..

15 cuidados que os idosos devem ter na prática de exercício físico

São muitos os benefícios que a prática regular de exercício físico traz para os idosos, no entanto, existem alguns cuidados que devem ser tidos em conta para evitar dores, desconforto, acidentes, lesões e manter a motivação em alta. A prevenção é, como sempre, o melhor caminho a seguir.




1.Consultar sempre o médico assistente antes de iniciar qualquer plano de exercício físico.

2.Começar devagar, principalmente se já não pratica exercício físico há muito tempo – 10 minutos duas vezes por dia ou uma aula semanal, para depois ir aumentando muito gradualmente.

3.Nunca descurar os exercícios de aquecimento e de relaxamento no início e no final de cada sessão de ginástica.

4.Esperar pelo menos duas horas depois de cada refeição antes de praticar qualquer tipo de exercício físico.

5.Manter-se hidratado durante qualquer atividade física – o idoso deve beber água antes, durante e depois da cada sessão de ginástica.

6.Saber praticar corretamente a atividade física e assegurar que esta é, acima de tudo, segura. Se praticar ciclismo deve usar um capacete apropriado, por exemplo.

7.O idoso deve familiarizar-se com o local onde pratica exercício físico, nomeadamente os perigos existentes, para evitar qualquer tipo de acidente ou lesão.

8.Sempre que praticar exercício físico, o idoso deve vestir roupa larga e confortável, que facilite os movimentos. Se estiver ao ar livre, o vestuário deve ser de cores bem visíveis e/ou complementado por um colete refletor.

9.O calçado que o idoso utilizar para praticar exercício físico é muito importante: deve ser apropriado ao tipo de atividade que vai ser praticada; deve ter uma sola lisa, que não escorregue e que não seja nem muito alta, nem muito baixa; deve conter espaço suficiente para mexer bem todos os dedos dos pés e proporcionar o apoio total do calcanhar.

10.O idoso deve praticar exercício físico ao ar livre sempre que possível, evitando naturalmente as horas de maior calor e frio. Se a sua atividade física decorrer num espaço fechado, deverá ter em atenção a qualidade do ar, principalmente se tiver problemas respiratórios.

11.Quando o tempo estiver frio ou chuvoso, o idoso pode fazer a sua caminhada habitual dentro de um centro comercial, por exemplo.

12.Se sentir qualquer um dos seguintes sintomas – tonturas, falta de ar, náuseas, dor ou pressão no peito, braço, ombro ou pescoço; suores frios ou qualquer tipo de dor nas articulações – o idoso deve parar imediatamente.

13.Se o idoso tiver alguma articulação inchada, vermelha e sensível ao toque, deve evitar qualquer tipo de exercício físico e procurar o médico no caso de os sintomas persistirem.

14.Se o idoso se sentir doente, com tosse, febre, constipado ou com gripe, deve adiar a ginástica para quando estiver completamente recuperado.

15.Depois de uma doença ou lesão, um idoso deve recomeçar o seu plano de exercício físico do início e não retomar no ponto em que estava antes da sua paragem.
 
Fonte "cuidamos.com"