Quero mostrar que esta fase também pode e deve ser bonita, saudável, activa e vivida com muita felicidade!!...

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Exercite os seus ossos


Ortopedista aponta a melhor opção para escapar à osteoporose

O tecido ósseo é um tecido vivo em remodelação constante por acção das células que o constituem. Umas, os osteoblastos, produzem osso e outras, os osteoclastos, destroem-no.
«Este equilíbrio é alterado, sobretudo, na mulher a partir da quarta década de vida, por aumento da actividade dos osteoclastos, daí resultando a osteoporose», explica João Azevedo, ortopedista na clínica de Todos-os-Santos.
Esta doença tem grandes repercussões socioeconómicas e leva à perda da qualidade de vida. Quando a osteoporose aparece deve fazer-se um tratamento e, como os factores que conduzem ao aparecimento da doença são múltiplos, este tratamento inclui actividade física.
«Os estímulos mecânicos decorrentes do exercício vão provocar maior actividade dos osteoblastos (células formadoras) e, portanto, produzir mais tecido ósseo e aumentar a resistência do mesmo», esclarece o especialista.
«A marcha é o exercício ideal, com periodicidade de uma hora diária, três vezes por semana», acrescenta, recomendado ainda a marcha ao ar livre, uma vez que o sol estimula a produção de vitamina D, «um factor importante na absorção de cálcio».
Estudos efectuados mostram um aumento de massa óssea de 2,6% ao fim de um ano em mulheres pós-menopáusicas. O exercício em pessoas novas também é muito benéfico para a prevenção da osteoporose, sobretudo para obter um bom capital ósseo antes dos 35 anos.


Fonte "Saúde Sapo"

I Fórum sobre o Envelhecimento - "A arte de saber envelhecer", em São Pedro do Sul

A Câmara Municipal de S. Pedro do Sul, através do projecto "Velhos são os trapos. Marcamos a diferença!", organiza o I Fórum sobre o Envelhecimento "A Arte de Saber Envelhecer", no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Terceira Idade.


Programa

09:00 - Abertura a cargo de António Carlos Figueiredo, presidente da Câmara Municipal de S. Pedro do Sul e Rogério Duarte, vereador da Acção Social da Câmara Municipal de S. Pedro do Sul.

09:30 - Mesa I moderada por José Machado, técnico do Núcleo Distrital de Viseu da REAPN - Rede Europeia Anti-Pobreza; "Envelhecimento Activo: desafios e oportunidades", por Lia Araújo, Escola Superior de Educação de Viseu e UNIFAI - Centro de Unidade e Investigação e Formação de Adultos e Idosos do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

10:00 - "Envelhecimento Activo: Estimulação cognitiva", por Rita Teles, UNIFAI -- Centro de Unidade de Investigação e Formação de Adultos e Idosos do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

11:00 - "Segurança Social: contributos para o envelhecimento", a cargo de Maria Teresa Amaral, Centro Distrital da Segurança Social de Viseu.

11:30 - Debate.

12:30 - Mesa II moderada por Leokádia Aleknavicius Ferreira da Silva, médica de Medicina Geral e Familiar.
"A sexualidade na Terceira Idade", cargo de Manuel Damas, médico, presidente da Direcção da CASA -- Centro Avançado de Sexualidades e Afectos.

14:00 - "Problemas psíquicos associados à Terceira Idade", por Jorge Humberto, director do Serviço de Psiquiatria do Hospital S. Teotónio de Viseu.

14:30 - "Violência contra as pessoas idosas: perspectivas actuais e formas de intervenção", por Rui Dionísio, ACES Dão-Lafões II.

15:00 - Cuidados aos idosos no domicílio: necessidades sentidas pelos familiares cuidadores", por Alexandra Garcia, ACES Pinhal Interior I.

15:30 - "As Unidades de Cuidados Continuados: apresentação da Unidade de Vouzela", cargo de Joaquim Cardão, director Clínico da Unidade de Cuidados Continuados de Vouzela.

16:00 - Debate.

16:30 - Encerramento.

Local: Cine-teatro S. Pedro

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Andar regularmente ajuda a evitar demência em idosos, diz estudo.

Um estudo divulgado por investigadores da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, revelou um benefício para quem se exercita com caminhadas, principalmente os mais idosos.
Caminhar, além de fazer bem para o corpo, é bom para a mente. O exercício aeróbico oxigena o cérebro, desenvolve as células e evita a demência.
Para chegar a essa conclusão, os cientistas norte-americanos reuniram quase 300 pessoas a partir de 1989, todas na faixa dos 78 anos e com boa saúde. Pediram que registassem a distância caminhada por dia.
Treze anos depois, os cientistas constataram doenças como demência em 116 pessoas, 40% do grupo. Já a outra turma – a dos mais saudáveis – era formada por aqueles que mais andavam. Eles não perderam massa cerebral e reduziram pela metade o risco de ter problemas de memória.
Os saudáveis andaram regularmente pelo menos 72 quarteirões por semana. Isso equivale a, aproximadamente, dez quilómetros. Por dia, são quase 1,5 quilómetro.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Uma segunda oportunidade

Na peça Bela Adormecida. Conheça a história e o novo projecto do CCB, Companhia Maior.

A peça Bela Adormecida, que sobe ao palco no próximo dia 28 de Outubro, no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, foi reescrita pelo encenador Tiago Rodrigues e pretende valorizar as memórias e a experiência dos que por cá andam há muito mais tempo e que tanto têm para partilhar. Trata-se da primeira apresentação do projecto Companhia Maior, onde a idade maior é encarada não como uma fatalidade, mas sim como um manancial de oportunidades.
Pensado e desenvolvido pela actual directora da Companhia de Bailado Nacional, Luísa Taveira, este projecto artístico pretende, segundo a mesma, dedicar-se “à criatividade e à expressão artística dessa fase da vida”.
A responsável pelo projecto explica que “uma das facetas que mais valorizamos neste projecto é o contacto entre os artistas maiores e gerações mais novas da criação contemporânea. Acreditamos que o interesse artístico reside, efectivamente, neste contacto e colaboração entre gerações”.

A passagem do tempo

Nesta versão da Bela Adormecida não existe feitiço, nem permaneceram jovens aqueles por quem o tempo passou. Pelo contrário, estiveram sempre acordados, apenas sentem que renasceram, pelo simples exercício de evocar a memória.
É uma história sobre a passagem do tempo e as segundas oportunidades, que junta a dança, o teatro e a música para revelar as histórias e a experiência dos intérpretes. Um espectáculo feito com vozes mais roucas do que é habitual, mas certamente mais sábias e, acima de tudo, capazes de arriscar porque são vozes do presente.

Horário


28, 29 e 30 Outubro, às 21horas

31 Outubro, às 17 horas
Pequeno Auditório - Sala Eduardo Prado Coelho



Preços

Plateia - 12,5€

Laterais - 10€



Informações ou Reservas

Através do telefone (+351) 707 303 000 e fax (+351) 21 361 25 60, 
email: bilheteiraccb@ccb.pt

terça-feira, 5 de outubro de 2010

IDOSOS -CONSELHOS PARA EVITAREM SER VÍTIMAS DO CRIME

O QUE DEVE FAZER

- Telefone frequentemente aos seus filhos, estabeleça visitas regulares e mantenha uma boa comunicação com os seus familiares.

- Seja sociável. Tenha uma genuína relação com os seus amigos e vizinhos. Eles podem ser o seu único apoio em determinadas situações. Cultive novos amigos e participe em actividades sociais. Não se isole.

- Adopte o hábito de ligar as luzes, correr os cortinados e fechar as portas e janelas à chave quando se vai deitar.

- Quando viaja em transportes públicos procure evitar horas de ponta e apertos onde lhe podem roubar facilmente a carteira. No autocarro é sempre mais seguro sentar-se num lugar perto do motorista.

- Quando anda às compras é uma boa ideia ter o dinheiro separado. Isto é, o dinheiro para os transportes e pequenas despesas deve ser guardado em separado de outras quantias mais avultadas que necessite transportar. Deste modo, para além de não se arriscar a perder o dinheiro, caso seja assaltado não lhe levarão o dinheiro todo.

- Ao voltar para casa, tenha as chaves à mão e não fique muito tempo à porta.

- Se tem que sair de noite é melhor ser acompanhado por um familiar ou amigo. Assim vai diminuir consideravelmente as probabilidades de ser vítima de assalto.

- Tenha muita cuidado com situações que envolvem empréstimos de dinheiro. Deve verificar as referências de qualquer pessoa que lhe proponha um negócio, seja ele qual for. Tenha uma atenção especial quando lhe querem impingir cartões de crédito ou seguros. Procure obter conselhos de um especialista antes de assinar qualquer contrato ou fazer uma despesa que envolva grandes somas.

- Desconfie das ofertas enviadas pelo correio. Elas são apenas um chamariz e a intenção é outra. Se lhe telefonarem a dizer que ganhou um prémio (seja uma viagem ou outra coisa qualquer), depois de lhe fazerem duas ou três perguntas (que até o seu neto de 3 anos saberia responder), não acredite e desligue simplesmente o telefone.

- Se algum estranho lhe bater à porta dizendo que é de uma empresa de serviços públicos (Telefones, TV Cabo, Electricidade, Água), ou de outra empresa qualquer, mesmo que esteja fardado, exija sempre que a pessoa se identifique e verifique bem se o cartão é autentico e a fotografia corresponde à cara da pessoa. Os bons modos, uma boa apresentação ou um uniforme não chegam. Precisa ter muito cuidado com estas situações. Em caso de dúvida telefone para a empresa que dizem representar, ou ligue para a polícia. Ao atender a pessoa, mantenha a corrente de segurança ou similar instalada na sua porta.

- Não se deixe enganar por supostos mestres, professores, astrólogos, tarólogos, médiuns, videntes e de outras artes afins. (Especialmente africanos e não só…que enchem as páginas dos jornais e revistas de anúncios com as suas próprias fotos…e prometem felicidade, curas, amor e riquezas…) Assim como de seitas religiosas que lhe dizem que tem de contribuir monetariamente para agradar a Deus. Todos eles querem apenas duas coisas de si: o seu dinheiro e, mais uma vez, o seu bendito dinheiro.

- Se precisar de fazer obras em casa, dirija-se a pessoas devidamente qualificadas. Peça sempre um recibo, particularmente quando os valores em causa são avultados.


O QUE DEVE EVITAR

- Não pare para conversar com estranhos e evite os carros estacionados com o motor ligado.
- Não chame a atenção onde quer que esteja. Vista-se discretamente e evite exibir dinheiro ou usar jóias de valor.
- Não leve bolsas ou malas de mão e, se levar alguma, nunca a perca de vista nem a largue.
- Afaste-se de grupos de adolescentes, bem como ruas e estradas isoladas e com pouco trânsito.
- Evite entrar no elevador com pessoas desconhecidas.
- Não tenha grandes somas de dinheiro em casa.
- Não queira ser herói, em caso de assalto, entregue os objectos de valor. A sua vida é o bem mais precioso.

NÃO HESITE EM PEDIR AJUDA

Se precisar de ajuda, peça-a. Não espere que alguém venha em seu auxílio. A espera pode atrair alguém que procure objectos de valor para roubar. Sempre que possível a família deve ser a sua referência principal de ajuda. Se vai pensar que pode “ser um peso” para os seus filhos, lembre-se que também os ajudou quando eles precisaram de si.

Não se esqueça que o 112 é o número nacional de emergência. Pode também pedir auxílio numa esquadra da polícia, na corporação de bombeiros e até numa loja onde seja cliente. Assim como no centro de saúde da sua residência, nos serviços de urgência dos hospitais e nos organismos de assistência a vítimas.

Se for vítima de um crime, participe-o. Todos nós agradecemos. Mesmo que a polícia não consiga apanhar os assaltantes, a partir do momento que sabem da existência de um maior número de assaltos em determinada localidade sempre podem reforçar a vigilância.

Metade dos crimes de que são vítimas as pessoas de idade nunca são participados. Isso acaba por trazer benefícios mais para o lado dos criminosos. Logicamente, um assaltante não pode ser preso se a polícia não souber que foi cometido um crime. Portanto, participe sempre qualquer crime de que seja vítima.