Quero mostrar que esta fase também pode e deve ser bonita, saudável, activa e vivida com muita felicidade!!...

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Saúde dos Olhos: Visão para além da idade

Com o passar dos anos, a visão vai diminuindo, podendo surgir algumas doenças: as cataratas e a DMRI são das mais limitativas. Mas é possível preveni-las ou, pelo menos, retardar a sua evolução.

Saúde dos Olhos: Visão para além da idadeCataratas. Como lentes embaciadas

As cataratas tornam a visão enevoada. Assim acontece porque, à medida que se envelhece, a lente dos olhos - o cristalino - vai ficando mais espessa e menos transparente, deixando entrar menos luz.

As fibras que compõem o cristalino agregam-se, formando pequenas manchas que dificultam a visão. São as cataratas.

É lentamente e, em geral, sem dor que as cataratas se instalam. Não são visíveis alterações exteriores, mas os sintomas incomodam: visão enevoada; dificuldade em ver à noite; sensibilidade acrescida à luz e à claridade; cores menos definidas; halos à volta das luzes; necessidade de luz mais intensa para actividades como ler e ocasionalmente dupla visão num olho.

A cirurgia é o único tratamento eficaz para as cataratas: o cristalino danificado é removido e substituído por uma lente artificial. A cirurgia é feita com anestesia local e a recuperação é rápida.

DMRI. Sem visão central

Degenerescência Macular Relacionada com a Idade (DMRI) é uma doença que afecta a mácula, a parte central da retina responsável pela nitidez, pela cor e pelos detalhes daquilo que se vê, e que usamos para ler, assinar um cheque, enfiar uma agulha ou mesmo reconhecer um rosto.

À medida que a mácula se deteriora, os sintomas surgem. Há perda da visão central (ao perto e/ou ao longe), manchas no campo de visão, imagens pouco nítidas, sem detalhes, imagens distorcidas - linhas direitas parecem irregulares ou curvas, os objectos parecem mais próximos ou mais distantes do que estão e cores menos brilhantes e intensas.


Proteger os Olhos
1. Faça uma alimentação saudável, abundante em frutos e legumes verdes – fornecem vitaminas e sais minerais com acção antioxidante protectora dos olhos.
2. Não fume – o tabaco é prejudicial para os olhos pois aumenta o risco de cataratas e DMR.
3. Use óculos de sol com protecção UV – a radiação ultravioleta é nociva para os olhos.
4. Vigie a saúde dos olhos regularmente – a Direcção Geral Saúde recomenda, em termos gerais, visitas ao oftalmologista pelo menos de 4 em 4 anos a partir dos 46 anos. Estas consultas devem ser anuais caso tenha algum problema de visão.
5. A diabetes e a hipertensão devem estar controladas.
6. Se já tem cataratas, procure não forçar os olhos – use uma lupa para ler, aumente a potência das lâmpadas em casa, e evite conduzir à noite.